sexta-feira, 17 de julho de 2015

HQ #2 - Batman em: A Piada Mortal




Nome Original: Batman: The Killing Joke
Editora/Ano: Panini, 2014 (DC, 1988)
Preço: R$ 29,90
Páginas: 88 páginas 
Gênero: Ação/ Super-herói
Roteiro: Alan Moore
Arte: Brian Bolland
Sinopse: Um dia ruim. É apenas isso que separa o homem são da loucura. Pelo menos segundo o Coringa, um dos maiores e mais conhecidos vilões dos quadrinhos. E ele quer provar seu ponto de vista enlouquecendo ninguém menos que o maior aliado de seu grande inimigo: o Comissário Gordon. Cabe ao Cavaleiro das Trevas impedi-lo.

Batman: Você gostou da HQ? Vai gostar! 
Continue lendo... Te contarei apenas uma Piada...


Resenha:


Batman, A Piada Mortal é um dos clássicos do Batman e uma das obras primas de Alan Moore e uma arte maravilhosa e realista de Brian Bolland (Preciso falar mais?). A mesma é admirada pela a melhor origem do coringa feita, isso mesmo, como escrito na sinopse, bastou apenas, um dia ruim para que um simples comediante virasse uma dos piores e mais famosos assassinos de Gotham City e claro, o pior inimigo do vigilante de Gotham. 

A HQ começa com Batman indo visitar o Coringa no Asilo Arkham, para ter uma conversa definitiva, uma conversa séria que mudaria suas vidas e até o destino de Gotham City. Batman compreendia que um dia, o Coringa ou ele mesmo, morreria. Algo teria que ser feito.
Batman visita o Coringa.

A coisa mais surpreendente é saber que aquele que está na sala junto ao Batman não é o Coringa, mas um impostor.
A Descoberta do Falso Coringa
O Coringa em uma cena clássica fora o responsável por deixar Bárbara Gordon em uma cadeira de rodas, ao levar um tiro certeiro, futuramente chegando a se tornar o Oráculo nos novos 52 e visto também nos Games do Batman.

Bárbara Gordon quase morre

O Motivo? Isso o coringa próprio explica. Ele tem uma teoria que diz: Qualquer pode passar da sanidade à loucura, basta apenas, ter um dia ruim. Seu objetivo era mostrar para o Comissário Gordon como isso era fácil, por isso o escolheu. Daí começa a história dessa maravilhosa HQ. 

A Loucura de Gordon
O Comissário é conduzido a entrar no “Trem Fantasma” e é obrigado a ver fotos de sua filha, sangrando no chão, semi-nua, tiradas pelo próprio Coringa ao tentar matá-la.
Sanidade versus Coringa

O Objetivo do Batman é encontrar o coringa e não permitir que sua teoria se cumpra no pobre Comissário Gordon. Mas será que ele conseguiu? O que acontecerá com o próprio Batman e o Coringa ainda estará vivo? Será preso mais uma vez? 


MOMENTO SPOILER

O Batman já sabia como isso tudo terminaria. O coringa havia ido longe demais dessa vez, era ele ou o Coringa, alguém precisava morrer. Gotham não suportaria a presença dos dois.
Batman está determinado, irá matar o Coringa.

O mais legal é ver a forma como isso acontece, não é como na famosa cena em: Justiça, Deuses entre nós onde o Superman com apenas um soco atravessa o o corpo e mata o Coringa, não, é um pouco mais profundo e simbólico, precisando raciocinar o que está realmente acontecendo naqueles últimos quadros. Isso por muito tempo confundiu e intrigou muitos dos leitores, e ainda intriga alguns novos leitores da obra, mostrando que mesmo sendo lançada a muito tempo (1988) ela ainda é muito atual. Um prato cheio para os verdadeiros leitores de HQ.
Veja a baixo a incrível cena final.


E Assim Acaba uma das melhores HQs do Batman e dos últimos tempos.
Espero que tenha gostado.



Postar um comentário